30 Outubro, 2014

Diário de um eleito (14)


Diz-me Minha Alma "focaliza-te" e responde-lhe Meu Contrário estar focalizado. E é verdade, Meu Contrário tem estado. Por via disso, e porque amanhã há sessão do Conselho Municipal de Saúde, nos últimos dias não temos, ele e Eu, feito outra coisa senão estudar textos e contextos relativos ao que mais nos toca: a alimentação nas escolas e sua relação com a saúde (estudando as tantas formas de que se reveste a fome). Não é, contudo, assunto único, os outros são os cuidados primários e o funcionamento dos agrupamentos dos centros de saúde... Amanhã, espero ter uma boa notícia sobre os 20 000 utentes sem médico de família, pois foi pré-anunciado que iriam ser integrados mais 7 médicos... sobre as más noticias, procuro antecipá-las para não ser apanhado desprevenido... Como? Para já, lendo os jornais. E que jornais tenho lido? Todos, recentes e antigos: deixo alguns exemplos:
«Em declarações à Lusa, Ana Jorge afirmou que o governo nunca tinha aberto esta opção, mas anunciou que agora está a ser trabalhada uma proposta que abre a “possibilidade de ter unidades organizadas por cooperativas de médicos, associações, entidades privadas”.»
Agência Lusa - "Saúde: Governo (Sócrates) abre instalação de unidades de saúde familiares a privados e cooperativas de médicos" - Maio de 2011;
«O ministro Paulo Macedo sugeriu no dia 7 de Outubro a criação de compromissos duradouros entre Governo e Partido Socialista, conferindo de algum modo à saúde a possibilidade de constituir o mote para um eventual consenso mais alargado de governação. (...) No essencial e por agora, a minha opinião é de que o Partido Socialista deve tentar perceber se este é o sentimento genuíno de todo o Governo (PSD e CDS) ou se não passa de uma tentativa de aproximação oportunista face ao calendário eleitoral de 2015. (...) Como fiz no PS, também no país estou disponível para lutar por compromissos duradouros e estabelecer pontes. À esquerda ou com a verdadeira social-democracia.»
Álvaro Beleza, Público, hoje

Entretanto acho que as coisas vão avançando no sentido do que Ana Jorge já dizia:
«“CONDIÇÕES DE ABERTURA DAS USF MODELO C AO SECTOR SOCIAL E COOPERATIVO A TÍTULO EXPERIMENTAL” - RECOMENDAÇÕES E PROPOSTAS” (a tipologia de Unidade de Saúde Familiar do modelo C abrange as USF do sector social, cooperativo e privado)
Grupo de Trabalho nomeado em Março de 2013

28 Outubro, 2014

Parabéns, miúda!


Poemazito, para lhe ser dito
Não é um gráfico
trágico
Nem tão pouco
o comportamento, louco
de mais uma perda
enquanto tudo se queda
ou mesmo cai
Nem é a medida do ânimo que se esvai
Nada disso
Nenhum indicador negativo
lhe consegue apagar o sorriso
Ela confia
e acredita,
que "o sonho comanda a vida"
e tudo o que tiver de mudar, muda
A gente ajuda

Parabéns, miúda!

27 Outubro, 2014

Daquela Pátria Grande da América do Sul...



Em dia de seu aniversário, Evo Morales festeja outra festa: “A Bolívia cumprimenta o triunfo da companheira Dilma. Cumprimentamos a continuidade do modelo de mudança no Brasil e na região”. Dilma recebeu outras saudações "Parabéns, Dilma, por sua coragem frente a tanta maldade. O povo do Brasil não falhou com a história. Mil abraços de irmandade", escreveu Maduro no Twitter. Mujica, entretanto, terá ficado descansado pois o porto de águas profundas, uma das maiores obras de infraestrutura que o governo do Uruguai tem planeada, dependia das eleições do Brasil. José Mujica dizia: "Tenho a palavra da presidente do Brasil (...) , se não eu não teria entrado nessa dança". E enquanto a imprensa Cubana assinalava o facto como uma nova etapa, da vizinha Argentina, Cristina escrevia algo mais extenso: 
“Querida companheira e amiga Dilma (...) Este novo triunfo representa mais um passo na direção da consolidação de nossa Pátria Grande da América do Sul, na qual tanto empenho dedicamos desde nossas funções de governo e da militância de toda uma vida. No começo deste segundo mandato, quero te transmitir o apoio incondicional desta presidente e da Nação Argentina para continuar avançando juntos num futuro melhor para nossos povos”.