26 agosto, 2015

A propósito de interregnos: os entendimentos seguem dentro de momentos

O texto acima (do Público, hoje) é longo, mas não resisto em acrescentar isto:
enquanto as guerras, se longas, proporcionavam tréguas, para os do tal "arco", os entendimentos requerem interregnos para escaramuças eleitorais (já lhes chamei wrestling).  Em meados de Outubro eles irão às festas uns dos outros e no próximo verão, lá estarão!

25 agosto, 2015

"Avante", o antes e o durante... Falta o depois? Pois!

O "antes", antes mesmo, era relvado a esmo. Este "antes" já tem (muito) trabalho incorporado. O "durante" (foto ao lado) já dá uma ideia do que será o trabalho acabado. Esse virá no "depois". Daqui a uma dúzia de dias... 
Eu e os que se juntam fazemos de tudo o que podemos. Os mais idosos e empenados (entre os quais me conto) somos os abastecedores de pregos, martelos, serras, réguas, grampos e tábuas várias para serem traçadas e serradas. Quem tem músculos ergue tubos e placas e as mulheres vêm pintá-las conforme o plano que lhes define as cores. E o que fazem os muitos jovens? Detalham pormenores, içam lonas, painéis e estendem toldos. Todos trabalham. Todos!

E assim se constrói a "cidade-de-todos-os-afectos". Ponha lá na agenda, venha usufruir  o que estamos a construir. É "A Festa que vale a pena!" 

24 agosto, 2015

A dona Esmeralda e a vizinha do 4º andar, a conversar - (27) ["Tal como a pescada que antes de o ser já o era"]

Vizinha do 4º andar (como quem não queria acreditar) - Ó dona Esmeralda!, sabe? Aquela senhora que é professora? Ela estava azedada lá no "Conversa Avinagrada"!
Dona Esmeralda (também admirada) - Não pode!... Ela não gosta de Pink Floyd? 
Vizinha do 4º andar (a gesticular) - Não era esse o assunto, era o outro! Aquele dedicado a um amigo de que ele não se terá esquecido! Ela foi ao link... e não gostou nada de ler... tá a ver?
Dona Esmeralda (sem perceber nada) - Não, não estou! 
Rogérito (interrompendo naquele preciso momento) -Se calhar pressente, que o PS faz ao próprio PS aquilo que o PS tanto acusa a nossa gente! Ele é a Maria, ele é o Nóvoa, ele é o Neto, e não sabemos qual o candidato predilecto. 

23 agosto, 2015

Tributo Pink Floyd (The Great Gig)

Ninguém canta como Roger Waters! A voz de David Gilmour é única! Mas tê-los dois-em-um é obra, e tivemo-la. Os Pink Floyd são inimitáveis? Talvez, mas lá que o som sai como se eles estivessem ali, lá isso sai. O grupo chama-se o que se lê lá atrás, no cartaz. Ponto alto no concerto? Vários!, mas destaco o tema que sempre me fez lembrar Garcia Lorca (e as meninas foram responsáveis isso).
O final foi monumental. 
Banda, obrigado! Foi bom ter estado!